domingo, 12 de janeiro de 2014

Rio das Ostras - minha casa de praia

Rio das Ostras é um pequeno balneário com 28km de praias próximo a Búzios e Cabo Frio, hoje transformada em cidade dormitório para milhares que trabalham em Macaé, a grande maioria a serviço da Petrobrás.

Se tem Ostras? Não mais... mas o rio que corta a cidade era conhecido por suas grandes ostras. Hoje os encantos estão na orla e suas lagoas, além de atrações como o sítio arqueológico de Sambaqui, infelizmente temporariamente fechado para manutenção.

A cidade é charmosa, e vale a visita. Você pode fugir dos preços altos de Búzios e do agito, se procura por tranquilidade. E, se estiver de carro pode ir curtir Búzios também.

Onde ficar?

Como tenho onde ficar, não avaliei nenhuma pousada, mas sugiro uma das pousadas da região de Costazul, onde você poderá curtir praia, lagoa do Iriry, restaurantes, comprinhas, tudo sem ter que sair de carro ou condução.

O que levar?

Roupas leves (caso vá fora do verão, leve calça e casaco pois venta bastante, principalmente no fim do dia), roupas para banho, protetor solar e chapéu.

O que fazer?

Caminhar na orla de Costazul, conhecer a Lagoa do Iriry, se estiver de carro pode ir até a praia da Joana, saindo por Costazul. Veja mais praias do circuito de praias de Rio das Ostras.

Atenção pois nem todas as praias são calmas. Se estiver com crianças fique nas praias do centro e Cemitério, pois são mais calmas. E na praia de Costazul, fique próximo aos primeiros quiosques onde há mais gente, pois as pedras fazem com que o mar esteja mais calmo.

Se curte pescar, pode ir até o pier, onde há uma dúzia de moradores pescando o jantar.

E, para os amantes do Jazz e Blues, vá no final de Maio para curtir um dos melhores festivais do gênero, o Rio das Ostras Jazz&Blues Festival.

Ah! e se curte um pôr-do-sol, curta na praia do Cemitério.



Onde comer?

Meu restaurante favorito é o Bartrô (parte do circuito Restaurante da Boa Lembrança) no Centro, mas há boas pedidas como o Picanha da Praia para os amantes da carne e para os que não comem peixe, localizado no Centro ou em Costazul, o Ponto Tropical (em Costazul) e a Casa da Praia (praia do Cemitério). Caso não esteja tão quente experimente o strogonoff de polvo do Picanha na Praia, muito bom!

Se curte uma tapioca não deixe de ir ao Macaxeira, no centro.

Para os paulistanos, os restaurantes japoneses deixam a desejar, mas valem pelo frescor dos peixes locais. E só. E, falando em peixes, evite pedir Salmão, não que não seja bom, mas como eles não são nativos do Brasil, experimente pescados locais e fresquinhos.

Mais restaurantes em Onde Comer.

O que comprar?

É uma cidade praiana, então, artesanato de praia você vai encontrar em todas as praias, mas tem feirinha e quiosques de venda em Costazul na Tocolândia. Há também biquínis baratinhos e lindinhos, mas minúsculos.